quarta-feira, 15 de junho de 2011

Fragata João Belo - Chegada a Timor.



FRAGATA JOÃO BELO ATRACADA EM TIMOR
(PASSEIOS DA GUARNIÇÃO POR DILI)



Passeando em DILI.  (Nas nossas costas, no topo da árvore, um celeiro construído.)

Parte da guarnição da Fragata  João Belo, a assistir a um desafio de futebol.
(Marinheiros da Fragata contra o Exército local)
Uma bela e respeitada timorense que gentilmente, se disponibilizou para esta foto.
(Aluna do Liceu de Dili)

Em 01 de Abril de 1970, a Fragta João Belo, entrou em Dili e foi atracar ao cais, em vez de fundear e amarrar de pôpa, a uma árvore em terra, como se fazia antigamente!

Neste porto permaneceu 14 dias, onde recebeu inumeras atenções e gentilezas por parte das autoridades locais e população.

Em 14/04/1970, deixou Timor, rumo a Darwin (Austrália), onde chegou no dia seguinte, a fim de reabastecer.



Povo acolhedor. O Marinheiro Radarista, Martins, foi convidado a partilhar a sua amizade.
( Casa de um Sargento do Exército local  e sua família, algures, próximo da Praia da Areia Branca).





TIMOR  LESTE 
                     
   O SEU POVO PERDEU ALGUMAS BATALHAS, MAS VENCEU A GUERRA!
( Diário de Aveiro de 11/11/2011)
Dedico este meu trabalho ao povo irmão de TIMOR LESTE

CEMITÉRIO DE SANTA CRUZ (DILI-TIMOR LESTE)
"Foto do Jornal de Notícias, de 12/11/2011"



 (Foto do jornal Diário de Notícias de 12/11/2011)
´Timorenses reunidos, em oração, em memória dos irmãos falecidos no massacre
(12/11/1991 - 12/11/2011)