terça-feira, 27 de março de 2012

NRP "S. CRISTOVÃO"- 1967-EM NANTES






NRP "S. CRISTOVÃO" - A SUA GUARNIÇÃO.(NANTES - FRANÇA 1967/68)


BRASÃO DE ARMAS DE PORTUGAL


FOTO DO BLOGUE (VELHOS NAVIOS)
NRP S. CRISTOVÃO - F471 ( EX-NRP BARTOLOMEU DIAS)
Este navio foi fabricado em 1934 e iniciou o seu serviço na Armada Portuguesa em 12 de Abril de 1935.
Mais tarde passou  a  denominar-se por "NRP S. CRISTOVÃO" ,  seguindo, em  princípios de Abril de 1967 para  Nantes, França, a fim de dar apoio à guarnição da  FRAGATA JOÃO BELO.

 suas "irmãs e submarinos da classe "Barracuda". Foi abatido o efectivo da Armada em 1978.


OS MELHORES TEMPOS DA MINHA VIDA

https://mail.google.com/mail/images/cleardot.gif
                                           Caro Martins,


Fico contente por publicar as fotos do S. Cristóvão no  Mural da Fragata João Belo, no Facebook e no blogue da Fragata João Belo.


 Eu tinha cinco anos. Numa das fotos estou ao colo do meu pai e noutra estou ao colo do Capelão da guarnição, com a minha mãe ao lado. Lembro-me que em Nantes éramos uma família feliz.

 Vivíamos num pequeno e velho apartamento do centro-histórico (Le Bouffay), o meu pai ia buscar-me à escola onde aprendi o francês,  ajudava a minha mãe que fazia trabalhos em lã para uma senhora francesa e eu fazia a tradução.

Lembro-me das greves dos estudantes e dos operários em Maio de 68. Lembro-me com o era belo estar na companhia dos marinheiros que se encontravam a bordo do S. Cristóvão.

Pergunta-me se posso identificar alguns elementos da guarnição do S. Cristóvão. Infelizmente, os meus pais estão dementes, na casa que meu pai reconstruíu  em Sagres, com muito sacrifício, e para onde foi viver. No Laranjeiro era onde ele deveria ficar e onde tinha bons vizinhos, velhos camaradas da Base do Alfeite e assistência Médica adequada.
Ainda tentei, por várias vezes, localizar um casal amigo, da guarnição do S. Cristóvão, que morou vários anos aqui perto da Igreja do Feijó, mas creio que infelizmente ambos já faleceram. 
Obrigado pela sua compreensão e pelas fotos que me enviou.

Aquele abraço,
António Apolónia




António Apolónia, com 5 anos e a sua felicidade
1967/68


O menino em frente ao Capelão de bordo
NANTES-FRANÇA (1967/689)

O ANTÓNIO APOLÓNIA SENTADO NO COLO DO CAPELÃO, DO NRP "S. CRISTOVÃO"
1967/68


António Apolónia no colo de seu pai, o cozinheiro de bordo.
1967/68


O menino junto de sua mãe
Nantes-França (1967/68)


NOTA: - PARTE DESTE TEXTO FOI ELABORADO  POR ANTÓNIO APOLÓNIA, O QUAL GENTILMENTE CEDEU AS FOTOS QUE O ILUSTRARAM.


ANTÓNIO APOLÓNIA, O ADMINISTRADOR DESTE BLOGUE, AGRADECE A SUA COLABORAÇÃO. EMBORA NÃO TIVESSE PRESTADO SERVIÇO NA ARMADA PORTUGUESA, VIVEU OS SEUS MELHORES DIAS DE INFÂNCIA JUNTO DE UMA FAMÍLIA DE MARINHEIROS, A BORDO DE UM VELHO NAVIO DA MARINHA DE GUERRA PORTUGUESA, O QUAL AINDA HOJE LHE ESTÁ NA MENTE.
ESTE ARTIGO TEM DUAS PARTES MUITO DISTINTAS, A MILITAR, RELACIONADA COM O SEU PAI A BORDO E A PESSOAL, RELACIONADA COM A SUA CONVIVÊNCIA, ACOMPANHADO DE SUA  MÃE NO AMBIENTE DE MARINHEIROS.