Wikipedia

Resultados da pesquisa

quarta-feira, 2 de maio de 2012

PRIMEIRA COMISSÃO DA FRAGATA JOÃO BELO



FRAGATA JOÃO BELO 
 INÍCIO DA 1ª  COMISSÃO AO ULTRAMAR


SAÍDA DE LISBOA DA "JOÃO BELO",  RUMO AO ULTRAMAR
(Foto gentilmente cedida pelo camarada GARCIA)



VARIAS VISTAS DE LISBOA (1968)



RUMO A CABO VERDE ( MINDELO-ILHA DE S.VICENTE)

 (PONTE SOBRE O TEJO) - PONTE 25 DE ABRIL)
1968
Saímos de Lisboa no dia 20 de Dezembro de 1968, seguimos rapidamente para  S. Vicente, em  Cabo Verde, onde atracámos em 24 de Dezembro de manhã, para reabastecer e festejar o Natal. A festa não foi um sucesso porque o espaço era pouco e a gente muita! Transportávamos de Lisboa, uma Companhia de Fuzileiros, o que representava um excesso de 140 homens, numa guarnição de 200. Lá nos acomodá-mos todos na tolda conforme pudemos e, como a comissão estava a começar e a disposição era boa, sempre se comeu bem e bebeu melhor, em pé ou sentado num pé quadrado de lenço de assoar. E no dia 25 "disparamos" rumo a Luanda, onde fomos festejar a passagem de ano e desembarcar os Fuzileiros ( 8ª Companhia). São bons rapazes mas não sabem viver tanto tempo a bordo, em especial nas condições em que necessariamente vinham, e particularmente com balanço!
Sendo o primeiro dos nossos navios desta classe que visitava portos do hemisfério Sul, a presença da "João Belo" despertou um certo movimento de curiosidade. Fomos visitados pelas primeiras e segundas figuras da província e pelos órgãos de informação.
 (In Anais do Clube Militar Naval)
 Por Leonel Crdoso Cap-frag.




DIÁRIO DE NOTÍCIAS DE 24/12/1968 (Página 4)
                  (Texto da notícia do Diário de Notícias, transcrito na integra.)


PARTIDA
DE UNIDADES MILITARES DA ARMADA PARA O ULTRAMAR

DIÁRIO DE NOTÍCIAS DE 24/12/1968 (Página 4)

A bordo da fragata "Comandante João Belo" partiu no passado fim de semana com destino ao Ultramar a Companhia nº 8 de Fuzileiros composta por 4 oficiais, 14 sargentos e 137 praças, que ali vão cumprir a sua comissão de serviço.
A fragata "Comandante João Belo", do comando do capitão-de-fragata Leonel Cardoso, é o primeiro navio do tipo " Comandant Reviére", construído em França e fazendo parte do programa em realização, de renovação da Armada, destinado a estacionar nas nossas províncias ultramarinas em comissão normal de serviço. A sua  guarnição é de 14 oficiais, 30 sargentos e 156 praças.
A apresentar  cumprimentos de despedida, em nome do Ministro da Marinha e do Chefe do Estado-Maior da Armada, deslocou-se a bordo o Comodoro Jaime Lopes.


NOTA: - Nesta época, devido ao secretismo e censura  do Governo, as notícias, não eram dadas em tempo real, daí esta comunicação ter sido publicada neste jornal, já a Fragata Comandante João Belo, se encontrava em Cabo Verde, Ilha de S. Vicente, Cidade do Mindelo. 


Também transportava-mos uma Companhia de Fuzileiros!




SÃO VICENTE
Porto Grande do Mindelo, na Ilha de São Vicente-Cabo Verde
1968
São Vicente - Paisagem do interior - 1968

Cidade do Mindelo, Ilha de S.Vicente de Cabo Verde
(1968)


RUMO A LUANDA


Foto do blogue "Guerra Colonial"


Em 25 de Dezembro/68, zarpamos do porto do Mindelo, Ilha de São Vicente, rumo a Luanda, onde atracá-mos no dia 31/12/68, permanecendo nesta cidade até ao dia 3/1/1969, data em que zarpamos, par Lourenço Marques. Não consegui fotos, porque o tempo da estadia em Luanda, foi muito curto.

Quem já conhecia Luanda, ficou surpreendido por tão grande crescimento.

Quem não conhecia, surpreendido ficou ao verificar que Luanda estava muito mais desenvolvida que grandes cidades do Continente (Portugal).



Luanda-Angola - 1968




A NRP "COMANDANTE JOÃO BELO" PASSA A LINHA DO EQUADOR, PELA PRIMEIRA VEZ, EM 28/12/1968


INFELIZMENTE ATÉ ESTA DATA, NÃO CONSEGUI NENHUMA FOTO DO EVENTO, REALIZADO A BORO DA FRAGATA COMANDANTE JOÃO BELO. MAS POR OUTRO LADO, TIVE A SORTE DE CONSEGUIR UMA FILMAGEM, EXECUTADA PELO  SENHOR ENGº DE MÁQUINAS, ANTÓNIO NEVES DE CARVALHO, NA ALTURA 1º TENENTE, A QUEM FICO MUITO GRATO PELA CEDÊNCIA DESTA FILMAGEM DE 1968, A QUAL PASSO A PUBLICAR, APESAR DA SUA POUCA QUALIDADE, DEVIDO AO SEU TEMPO DE VIDA, E AO TIPO DE MATERIAL EXISTENTE NA ÉPOCA.

NOTA:- Já apareceu uma foto e promessas de mais, por filhos de ex-camaradas da 1ª Guarnição da Fragata João Belo.
Obrigado aos amigos deste blogue que estão a contribuir para melhorar a informação posta à disposição dos leitores
Graças à contribuição do Marº Radarista, Albino Leitão, foi possível publicar mais fotos, da Festa do Rei dos Mares, que fazem parte do seu espólio. 






FESTA DO REI DOS MARES A BORDO DA FRAGATA JOÃO BELO

Em 1968


(Foto recebida hoje 08/06/2012)

Esta foto, foi gentilmente cedida por Jorge Santos, filho do  camarada da 1ª

Guarnição, Aníbal Raimundo Gomes dos Santos - cabo F , principal figura da foto.

(Já falecido)

O nosso Comandante Leonel Cardoso, entre a Ninfa e o

 Rei Neptuno .O Comandante, sorrindo pelo belo aspecto da Ninfa,

 que nesta foto é o Marinheiro Radarista, Albino Leitão

O Capelão, Aníbal Raimundo Gomes dos Santos 

Castigo, ordenado pelo tribunal do Rei Neptuno, a quem pela primeira
vez transpunha a Linha do Equador, aplicado pelos carrascos, 
que se encontravam dentro da tina.


FESTA DO REI DOS MARES


NA ROTA ENTRE  S. VICENTE (CABO VERDE) E LUANDA, A FRAGATA JOÃO BELO TEVE QUE ATRAVESSAR, A LINHA DO EQUADOR, PRÓXIMO DE S.TOMÉ E PRÍNCIPE.COMO SEMPRE ACONTECE NESTES CASOS DA TRAVESSIA DA LINHA DO EQUADOR, REALIZA-SE UMA CERIMÓNIA CONHECIDA COMO "FESTA DO REI DOS MARES" (REI NEPTUNO).
O PRIMEIRO A ENFRENTAR O TRIBUNAL DE NEPTUNO, É O COMANDANTE DO
NAVIO,  É DEPOSTO PELO GRUMETE MAIS MODERNO (O MAIS MARRETA) E LEVADO A JULGAMENTO POR INVASÃO DO "REINO DE NEPTUNO".
 OS MEMBROS DA GUARNIÇÃO, OFICIAIS, SARGENTOS OU PRAÇAS, QUE PELA PRIMEIRA VEZ PASSAM O EQUADOR, TÊM QUE ENFRENTAR UM TRIBUNAL E A SENTENÇA SERÁ EXECUTADA EM PARTE PELOS "CARRASCOS", ENCAPUÇADOS, QUE SE ENCONTRAM DENTRO DE UMA TINA CHEIA DE AGUA, ONDE OS CONDENADOS IRÃO SER MERGULHADOS ATÉ BEBER UNS  "PIROLITOS" VALENTES.




FESTA DO REI DOS MARES A BORDO DA NRP "COMANDANTE JOÃO BELO"  EM 1999


A FRAGATA JOÃO BELO, NAVEGANDO RUMO AO RIO DE JANEIRO
FESTA DO REI DOS MARES - PASSAGEM PELO EQUADOR.
(Fonte - Mural da Fragata João Belo no Facebook.
 Publicação de JOSÉ ANTÓNIO ALMEIDA)


A FRAGATA CTE JOÃO BELO COM O RIO DE JANEIRO À VISTA,
 ONDE FOI ATRACAR.
(FONTE - Mural do Facebook da Fragata João Belo)
Publicação de José António Almeida


NOTA DO BLOGUER:- COMO NÃO SE CONSEGUIRAM AS FOTOS DESEJADAS, CONTACTOU-SE, VIA E-MAIL, OUTROS ESPAÇOS, PARA NOS DISPONIBILIZAREM AS SUAS FOTOS RELACIONADAS COM A REFERIDA FESTA, PARA DAR UMA IDEIA AOS LEITORES DESTE BLOGUE, COMO SE FESTEJA ESTE EVENTO, A BORDO DOS NAVIOS DE GUERRA PORTUGUESES.
A FRAGATA JOÃO BELO, AGRADECE A RECEPTIVIDADE DO BLOGUE "SAILORES NEWS", QUE PRONTAMENTE RESPONDEU AO APELO, PONDO À NOSSA DISPOSIÇÃO, O QUE DESEJAVA-MOS.
TODAS AS FOTOS COLORIDAS E PARTE DO TEXTO APRESENTADOS NESTA PUBLICAÇÃO, FORAM GENTILMENTE CEDIDAS POR "SAILORS NEWS" (http://missaonato09.blogspot.pt/)
Fotos: Carlos Dias (SPRS)
                                              




Eram 10h57, locais (-4 em Portugal Continental), quando cruzá-mos o Equador
Como manda a tradição, o/a Grumete mais moderna (Marreta) de bordo (neste caso a TFD Jesus), foi para o Castelo do Navio, à procura da tão famosa Linha do Equador!!!
 (Por favor não tornem a barrar esta foto, que está devidamente autorizada pela fonte supra-citada)
Avista a Linha, foi o momento de a cortar e assim estava consumada
 a passagem para o Hemisfério Sul.
 De seguida foi tempo de a Grumete Jesus assumir o Comando da "Barca" 
e levar até então o Comandante a julgamento, perante o Rei Neptuno.
 (Por favor não tornem a barrar esta foto, que está devidamente autorizada pela fonte supra-citada)


E assim, além do Comandante, toda a Guarnição (Oficiais, Sargentos e Praças) como a
foto demonstra, foi julgado pelo Tribunal de Neptuno, sendo severamente punidos,
com toda a espécie de castigos possíveis e imaginários, terminando na tina (tanque improvisado na popa do navio, feito com lona e madeira), para serem purificados de tal ousadia.



Por fim Neptuno abandonou a "Barca" com o dever de missão cumprido, ficando para recordação a foto do seu séquito, que mais uma vez honrou a verdadeira tradição marítima, ao invés de outros que antes por aqui passaram.
 (Por favor não tornem a barrar esta foto, que está devidamente autorizada pela fonte supra-citada)
-
Mas antes da tomada de posse, fez-se ouvir o poderoso Rei Neptuno.
O Rei dos Mares, falou alto e em bom som: - Oh infiéis, oh devassos, 
como ousam entrar no meu reino, sem a minha régia autorização(........),
 terá que ser julgado e pagar por tal ofensa.




OS FESTEJOS ACABADOS DE DESCREVER, FORAM PASSADOS
NESTE BELO VASO DE GUERRA  DA NOSSA ARMADA
NRP "ALVARES CABRAL" F331 (Missão Nato 2009)

FOTOS: - Carlos Dias (SPRS)



A FESTA DO REI DOS MARES NOUTRO NAVIO DA MARINHA DE GUERRA PORTUGUESA


FOTOS DE OUTRA FESTA DO REI DOS MARES, REALIZADA A BORDO DE UMA FRAGATA DA "CLASSE JOÃO BELO" A  NRP "COMANDANTE ROBERTO IVENS"-F482


NRP "COMANDANTE ROBERTO IVENS"
Fonte:-"barcoavista.blogspot.com)


NOTA:- TODAS AS FOTOS APRESENTADAS NESTE ITEM, 
TÊM COMO FONTE O BLOGUE (filhosdaescola73.blogspot.com)


O COMANDANTE DO NAVIO PERANTE O TRIBUNAL DE NEPTUNO
A BORDO DA F482


Festa do Rei dos Mares a bordo da F482


Tribunal de Neptuno






RUMO A LOURENÇO MARQUES - MOÇAMBIQUE

 No dia 03 de Janeiro de 1969, deixámos o seu belo porto a caminho de Lourenço Marques, onde chegá-mos no dia 09, tendo-nos o "Cabo" (Cabo das Tormentas) tratado bastante bem, quando se navegava a sul da África do Sul!
Integrados nas forças do Comando Naval de Moçambique, desde 06 de de Janeiro, 25 dias depois de largar de Lisboa a "FRABELO" encontrava-se a desempenhar a sua primeira missão, da comissão que lhe estava destinada, na BEIRA, tendo zarpado de Lourenço Marques, em 11 de Janeiro. ( a sua 1ª curta missão, foi o transporte de Fuzileiros para Bissau-Guiné, em 1967).

A FRAGATA JOÃO BELO EM AGUAS MOÇAMBICANAS-1969

( Foto gentilmente cedida por António Moleiro)





CHEGADA A LOURENÇO MARQUES - MOÇAMBIQUE
(09/01/1969)

Lourenço Marques-Cidade Baixa e Matola
1969

A  FRAGATA JOÃO  BELO, NA FOTO ACIMA APRESENTADA, 
ENCONTRA-SE
ATRACADA, NO PORTO DE LOURENÇO MARQUES, EM FRENTE
 À UNIVERSIDADE DE LOURENÇO MARQUES


NOTA: - ESTA UNIVERSIDADE, FOI CRIADA EM 1962, COM A DESIGNAÇÃO DE "ESTUDOS GERAIS UNIVERSITÁRIOS DE MOÇAMBIQUE". ADQUIRIU O ESTATUTO DE UNIVERSIDADE DE LOURENÇO MARQUES, EM 1968.
APÓS A INDEPENDÊNCIA DE MOÇAMBIQUE, FOI REBAPTIZADA DE  "EDUARDO CHIVAMBO  MONDLANE".



Vista aérea da Cidade de Lourenço Marques e Cais
(1969)









Lourenço Marques-Vista parcial da cidade.